Classificado para Olimpíada, patinador explica com humor como é ser um atleta LGBT

Adam Rippon é o primeiro atleta LGBT norte-americano assumido a conseguir vaga.

Publicado em 14/01/2018 às 01:10

Estadão Conteúdo
Classificado para Olimpíada, patinador explica com humor como é ser um atleta LGBT
Foto: ReproduçãoO patinador norte-americano Adam Rippon deu resposta bem-humorada quando perguntado como é ser um atleta gay.

O patinador norte-americano Adam Rippon fez história no último domingo, 7, quando se tornou o primeiro atleta abertamente LGBT do país a se classificar para os Jogos Olímpicos de Inverno, que acontecerão em PyeongChang, na Coreia do Sul, no próximo mês.

Conversando com jornalistas após a sua classificação, Rippon deu uma resposta sensacional quando questionado sobre como é ser um atleta assumidamente gay. “Significa que todo o meu esforço valeu a pena. Há algumas semanas me perguntaram a mesma coisa e eu respondi que é igual a ser um atleta hétero, só que com sobrancelhas muito melhores”, disse, segundo o The Washington Post. Ele também tuitou a frase.

“Eu era só um garoto gay que cresceu no meio do nada na Pensilvânia em uma daquelas cidades em que há pessoas que vivem lá a vida inteira. Nunca tive muitos exemplos para seguir e disse para mim mesmo que contaria minha história se tivesse a oportunidade para isso”, continuou.

Classificado para Olimpíada, patinador explica com humor como é ser um atleta LGBT
Foto: ReproduçãoO patinador norte-americano Adam Rippon deu resposta bem-humorada quando perguntado como é ser um atleta gay.

“Realmente não me importo com o que as pessoas pensam sobre mim, eu me amo e tenho oportunidade de ser eu mesmo no que eu faço. Isso melhorou minha performance esportiva e quero que pessoas mais jovens que estão sofrendo com sua sexualidade me vejam e percebam que é ok ser você mesmo”, concluiu.

© Portal Gay1
 
Encontre-nos no Google+