UNAIDS leva o debate sobre HIV/AIDS para cerca de 1 milhão de pessoas na internet

Através do #DesafioUNAIDS, youtubers e administradores de páginas receberam uma "caixa misteriosa".

Publicado em 27/12/2017 às 08:20

Matheus Emílio
Com nova estratégia, UNAIDS leva o debate sobre HIV/AIDS para cerca de 1 milhão de pessoas na internet
Foto: ReproduçãoAtravés do #DesafioUNAIDS, youtubers e administradores de páginas receberam uma "caixa misteriosa".

Em uma era cada vez mais conectada, onde a informação pode estar a um click de distância, o Programa Conjunto das Nações Unidas para HIV/AIDS - UNAIDS, resolveu provocar criadores de conteúdo online de todo o Brasil para falarem sobre HIV/AIDS, um assunto que muitas vezes acaba sendo silenciado no nosso dia a dia.

Assim, através de um desafio chamado #DesafioUNAIDS, youtubers e administradores de páginas no Facebook, receberam uma "caixa misteriosa", juntamente com um manual que instruía os participantes a efetuar o desafio de tentar responder 15 perguntas sobre HIV/AIDS, retiradas da internet.

Com nova estratégia, UNAIDS leva o debate sobre HIV/AIDS para cerca de 1 milhão de pessoas na internet
Foto: DivulgaçãoAtravés do #DesafioUNAIDS, youtubers e administradores de páginas receberam uma "caixa misteriosa".

Valendo-se então da comunicação entre pares, uma estratégia necessária e urgente, para alcançarmos públicos específicos, o #DesafioUNAIDS propôs que, cada um de sua forma, possa gravar vídeos abordando a questão em seus espaços de mídia social, levantando um debate sobre HIV/AIDS, sexualidade e discriminação.

E para dar mais destaque às ações, o desafio contou ainda com a colaboração dos embaixadores da boa vontade: Mateus Solano, Wanessa Camargo e Glória Maria, gravando uma série de vídeos, instigando a participação no #DesafioUNAIDS, que não tem como objetivo central a assertividade de todas a respostas, mas sim a discussão e reflexão sobre o assunto.

Ao todo, mais de 25 canais e páginas como: Jout Jout Prazer, Canal das Bee, Menino Gay, LubaTV, Muro Pequeno, Regina Voltado, Discordantes, Sapatomica, Pretinho Mais Que Básico, dentre outros, já aderiram ao desafio e o postaram nas redes sociais, contabilizando cerca de um milhão de acessos nos vídeos, sendo que todos eles estão disponíveis, não só na respectiva plataforma de cada criador, mas também através do site #DesafioUNAIDS (https://unaids.org.br/desafiounaids/) e na playlist do UNAIDS Brasil, no YouTube.

E ai, você também aceita o desafio? Então vamos viralizar essa discussão!

Escrito por: Matheus Emílio - Administrador e Redator na página Menino Gay
© Portal Gay1
 
Encontre-nos no Google+