Apresentador do SBT na Paraíba faz piada homofóbica com Pabllo Vittar e é suspenso

TV Tambaú lamenta atitude de Fábio Araújo e toma medidas.

Publicado em 22/12/2017 às 14:26

Gay1 Entretenimento
Apresentador do SBT na Paraíba faz piada homofóbica com Pabllo Vittar e é suspenso
Foto: Reprodução/TV TambaúFábio Araújo com Pabllo Vittar e Falcão.

O apresentador Fábio Araújo, da TV Tambaú -- afiliada do SBT na Paraíba --, fez comentários homofóbicos ao apresentar o programa na quarta-feira (20) e acabou sendo afastado pela emissora. A assessoria de imprensa do canal confirmou a suspensão do apresentador.

Durante o "Tambaú Notícias - 1ª Edição", exibido na quarta-feira (20), o apresentador comparou Falcão com Pabllo Vittar e não economizou nas críticas e risadinhas ao falar da artista.

"Sinceramente, eu prefiro o Falcão. O menos ruim é o Falcão. Você sabia que Falcão é filósofo? Estudado. Ele é engenheiro. Esse homem não é burro não. É um homem letrado, como diz no Ceará", disse.

Em seguida, ele pediu um trecho da música "Holiday Foi Muito" e, no momento do refrão ("Menino é menino, macaco é macaco, e viado é viado'"), apontou para a foto de Pabllo enquanto dava risadas.

Araújo ainda tocou um trecho de "Corpo Sensual", de Pabllo Vittar, explicando que era para ela "não ficar com inveja" de Falcão. O apresentador ainda criticou a qualidade vocal de Pabllo:

"E aí, quem é pior? Eu sou mais Falcão. Pabllo Vittar ainda tem os efeitos de estúdios, equalização, afinação... O que foi Pabllo Vittar no Melhores do Ano do Faustão? Nem a música dele ele consegue cantar. O que foi aquilo? Cantou fora do tom, só gritava. Meu Jesus do céu! Eu sou mais o meu amigo Falcão".

TV Tambaú lamenta episódio e toma medidas

No dia seguinte ao programa, o apresentador Guto Brandão leu o comunicado em que a TV Tambaú condenava a atitude de Fábio Araújo.

"Ao tratar de um dos temas do programa envolvendo os artistas Falcão e Pabllo Vittar, o apresentador teve um posicionamento que não condiz com os valores defendidos pela RTC. Em respeito ao ser humano, independente de crença, classe, etnia, gênero e/ou orientação sexual".

No texto, o canal diz que foram "tomadas medidas" e lamentou o episódio:

"Informamos ainda que foram tomadas medidas administrativas para que tal fato não volte a ocorrer. Dessa forma, pedimos desculpas aos nossos internautas e telespectadores e todos aqueles que se sentiram desrespeitados por tal atitude as nossas sinceras desculpas".

© Portal Gay1
 
Encontre-nos no Google+