Jovem é suspeito de matar o namorado de 67 anos em Ceilândia, no DF

O corpo de Francisco Simão de Araújo foi encontrado na última quarta-feira (19/10) com sinais de asfixia.

Publicado em 20/10/2017 às 15:18

Gay1 DF
Jovem é suspeito de matar o namorado de 67 anos em Ceilândia, no DF
Foto: Arquivo19ª Delegacia de Polícia (P Norte - Ceilândia).

A Polícia Civil procura por um rapaz de 20 anos suspeito de matar um advogado de 67 anos, na QNM 23, em Ceilândia. De acordo com as investigações, a vítima, Francisco Simão de Araújo, namorava com o suspeito há pelo menos um ano. As investigações apontam que o jovem também mantinha relacionamento com uma mulher, que já foi agredida por ele.

Os agentes localizaram a vítima, nesta quarta-feira (18/10), após vizinhos entrarem em contato com a 19ª Delegacia de Polícia (P Norte - Ceilândia), com alegações de que um odor forte saía do apartamento do advogado. O corpo estava em estado de decomposição avançado, em cima da cama, com um lenço amarrado no pescoço e outro dentro da boca.

Testemunhas relataram à polícia que o advogado teria chegado ao apartamento, com o suspeito, na tarde do último domingo (15). "Tudo indica que tenha sido ele. Os vizinhos ouviram uma discussão e o rapaz teria ido embora somente na segunda-feira de manhã”, relata o delegado Fernando Fernandes. Depois disso, o suspeito não foi mais visto. O último contato com a namorada aconteceu no sábado (14).

Ainda segundo o delegado, em áudios recebidos por uma familiar da vítima, Francisco reclamava de se sentir pressionado pelo companheiro para morarem juntos. O advogado, inclusive, pagava a mensalidade do curso de engenharia civil e outras despesas pessoais do jovem.

A polícia desconfia que apenas o celular da vítima foi levado do local. Os investigadores também fizeram perícia no carro do advogado para encontrar quaisquer outros indícios que ajudassem a solucionar o crime. Francisco Simão de Araújo morava sozinho e os familiares dele residem em Minas Gerais. O corpo ainda está no Instituto de Medicina Legal (IML).

Se confirmado o crime, o suspeito responderá por homicídio passional, cuja pena prevista é de 12 a 30 anos em regime fechado.

© Portal Gay1
 
Encontre-nos no Google+