Johnny Hooker e Liniker protestam contra LGBTfobia no Rock In Rio

Cantores apresentaram canções, denunciaram agressões vividas por pessoas LGBT e ainda fizeram um protesto político com recado para presidente Temer no telão.

Publicado em 17/09/2017 às 23:09

Gay1 Entretenimento
Com beijão, Johnny Hooker e Liniker protestam contra LGBTfobia no Rock In Rio
Foto: Marco Antonio TeixeiraNão precisou de discurso: Johnny Hooker e Liniker fizeram uma apresentação potente voltada para a afirmação e representatividade LGBT no palco Sunset, na tarde deste domingo (17), no Rock in Rio.

Liniker e Johnny Hooker aproveitaram seu show no Palco Sunset, que aconteceu na tarde deste domingo (17) para denunciar a violência contra a população LGBT. Como frases como "Amar sem temer" e "O Brasil é o país que mais mata LGBT do mundo" no telão, os dois cantaram diante de um público animadíssimo, que não arredou pé mesmo sob sol escaldante.

Johnny Hooker e Liniker - Flutua - Rock in Rio

Johnny Hooker e Liniker e os Caramelows - Flutua - Rock in Rio

Publicado por Ernane Queiroz em Domingo, 17 de setembro de 2017

Nomes de destaque na cena que levanta a bandeira dos direitos LGBT e vem ganhando cada vez mais força na nova música popular brasileira, os dois subiram ao palco por volta das 16h30. Hooker, o anfitrião, abriu com "Touro" e "Corpo fechado", de seu mais recente disco, "Coração", mas só engatou quando apostou no hit "Alma sebosa", do seu trabalho de estreia.

Com beijão, Johnny Hooker e Liniker protestam contra LGBTfobia no Rock In Rio
Foto: Fábio TitoLiniker e Johnny Hooker de mãos dados durante show no Rock in Rio.

A galera fez bonito e cantou junto o refrão em tom de desabafo contra uma decepção amorosa. Foi a deixa para Liniker e parte dos Caramelows, banda que acompanha a cantora paulista, surgir com "Louise du Brésil" e seu maior sucesso, "Zero", acompanhado em uníssono pelos fãs entre gritinhos de "Linda!" e "maravilhosa!".

Com beijão, Johnny Hooker e Liniker protestam contra LGBTfobia no Rock In Rio
Foto: Fábio TitoLiniker e Johnny Hooker em show no Rock in Rio.

Diante do frenesi coletivo, o encontro preparado especialmente para o Sunset mostrou que Hooker e Liniker, claramente, têm potencial para conseguir um espaço maior em edições futuras. "Flutua", parceria entre os dois para o disco "Coração", com a frase "amar sem temer" ao fundo, nem precisou das mãos dadas entre os artistas para provar que a química funcionou.

Com beijão, Johnny Hooker e Liniker protestam contra LGBTfobia no Rock In Rio
Foto: Fábio TitoJohnny Hooker e Liniker durante show no Rock in Rio.

Neste momento, o show ganhou contornos políticos. Quase ao fim da composição, claramente direcionada ao combate à LGBTfobia, a frase "Amor sem temer" apareceu ao fundo do palco, provocando o inevitável duplo sentido e a alusão ao sobrenome do presidente da República. Gritos de "Fora, Temer!" foram ouvidos nesse momento, finalizando a música com beijos entre os dois artistas.

Pouco depois das 17h, eles receberam o cantor Almério, terceiro integrante do show.

Com beijão, Johnny Hooker e Liniker protestam contra LGBTfobia no Rock In Rio
Foto: Alexandre DurãoAlmério, Johnny Hooker e Liniker em show no Rock in Rio.
© Portal Gay1
 
Encontre-nos no Google+