Disney se desculpa após impedir que menino participasse de 'Dia da Princesa'

Parque se retratou e pediu desculpas depois de impedir que fã da personagem Elsa de "Frozen", participasse do evento.

Publicado em 31/08/2017 às 17:47

Gay1 Mundo
Disney se desculpa após impedir que menino de 3 anos participasse de 'Dia da Princesa'
Foto: Reprodução/Sparkles and StretchmarksNoah, de Elsa 😍.

A Disneylândia Paris se retratou e pediu desculpas depois de impedir que um menino de 3 anos, muito fã da personagem Elsa de "Frozen", participasse do evento "Princesa por um dia". A mãe do pequeno, Hayley McLean-Glass, escreveu uma carta aberta na terça-feira à administração do parque ao ver o filho Noah vetado da atração por não ser menina.

A britânica queria contratar o serviço como um presente para o filho, com quem esteve no parque duas vezes no últimos dez meses de tanto que a família ficou encantada com a magia do local. Com as visitas, a criança ficou ainda mais fã de Elsa e passou a amar se vestir como a personagem. Com o veto da Disney, Hayley questionou a decisão.

"Nós todos gastamos uma pequena fortuna em artigos da Disney para Noah. Ele usa o vestido da Elsa todos os dias, o dia todo, até se recusa a tirar para dormir. Ele sabe a letra de todas as músicas de Frozen. Se existe um superfã de Frozen, é o Noah", frisou a mãe.

An open letter to Disneyland Paris http://www.sparklesandstretchmarks.com/2017/08/why-cant-my-son-be-princess-at.html

Publicado por Hayley McLean-Glass em Terça-feira, 29 de agosto de 2017

Hayley criticou que Noah fosse privado das experiências das meninas de sua idade simplesmente por ser menino. Ela argumentou que, caso as pequenas quisessem, poderiam se vestir como super-heróis e questionou por que o contrário não acontecia.

A comoção do caso fez a famosa empresa se desculpar em resposta ao diário "The Guardian". O menino, que "pulava de animação" com o plano, saiu frustrado da história. Mas o parque negou que tenha barreira de gênero na atração.

"Esta experiência está disponível para todas as crianças, entre 3 e 12 anos, e nós já contatamos a família para pedir desculpas por termos passado a informação incorreta", destacou um porta-voz do parque.

No site da empresa, no entanto, como mostrou o "Guardian", a experiência é descrita como uma oportunidade de "realizar o desejo das menininhas com uma maquiagem e um penteado de princesa".

© Portal Gay1
 
Encontre-nos no Google+