'Minha mãe que escolheu', diz Tarso Brant, que estreia em novela, sobre nome social

Ator, que não pretendia deixar de se chamar Teresa Brant, entrará em 'A Força do Querer' no capítulo 100.

Publicado em 23/07/2017 às 17:57

Gay1 Entretenimento
'Minha mãe que escolheu', diz Tarso Brant, que estreia em novela, sobre nome social
Foto: Arquivo PessoalTarso Brant fará sua estreia em novelas em 'A Força do Querer'.

Em 'A Força do Querer', novela da Rede Globo, Ivana (Carol Duarte) ganhará um aliado que compreenderá seu drama a partir do capítulo 100. Tarso Brant foi escalado para viver um personagem que conhecerá a jogadora de vôlei através de Anita (Lua Blanco). Nascido Tereza Brant, o rapaz deu entrada para alterar seus documentos após a mudança de identidade e ajudará, na ficção, a filha de Joyce (Maria Fernanda Cândido) a entender o conflito com o corpo que ele encarou na vida real.

"Eu dizia que não ia deixar de ser Tereza, que não queria trocar de nome. Depois que mudei minha aparecência, chegou um momento que ser Tereza passou a me incomodar", disse o ator que já dei entrada no processo e contou que a mãe escolheu o novo nome social.

'Minha mãe que escolheu', diz Tarso Brant, que estreia em novela, sobre nome social
Foto: Arquivo PessoalNa novela, o personagem se chamará Tereza. Mas, o ator ressalta que, na vida real, agora atende pelo nome de Tarso.

Tarso Brant ficou bastante surpreso quando foi convidado para o projeto. "Nós nos correspondíamos por e-mail e por videoconferência. Estava colaborando para um personagem que Gloria iria recriar para abordar esse assunto na novela e levantar um debate sadio para a sociedade em torno desse assunto. Mas, até então, não havia sido feito nenhum convite para participar da novela. Foi uma surpresa. É minha primeira novela. A expectativa é muito grande. Estou curioso para saber como será a história da Ivana com o meu personagem."

'Minha mãe que escolheu', diz Tarso Brant, estreia em novela, sobre nome social
Foto: Arquivo PessoalTarso conheceu Gloria Perez bem antes da estreia do folhetim. A autora entrou em contato quando começou a colocar no papel a trama sobre travestis e transexuais e o rapaz passou a dar uma espécie de consultoria à escritora.
© Portal Gay1
 
Encontre-nos no Google+