MPF pede imediata reativação da estrutura do 'Rio sem Homofobia'

Programa estadual é ponto de apoio a grupos de Valença, Vassouras e Volta Redonda.

Publicado em 24/05/2017 às 17:29

Gay1 RJ
MPF pede imediata reativação da estrutura do 'Rio sem Homofobia'
Foto: ReproduçãoAudiência pública discute soluções para salvar programa Rio sem Homofobia.

O Ministério Público Federal, em Volta Redonda (RJ), recomendou à Secretaria de Direitos Humanos, Mulheres e Idosos do Governo do Estado que promova, no prazo de 30 dias, a imediata reativação da estrutura do programa "Rio sem Homofobia". O programa é estadual e tenta combater a discriminação contra pessoas LGBT. Para o Ministério Público, a crise no estado não pode ser motivo para restringir direitos fundamentais. No Sul do estado, o programa é um ponto de apoio a grupos como o "Conselho Municipal de Políticas LGBT", de Valença, e o grupo "Volta Redonda sem Homofobia".

O assunto foi discutido durante uma audiência pública em Volta Redonda, promovida pelo Ministério Público, no último dia 17. Cerca de 200 pessoas participaram, incluindo representantes de movimentos sociais e de instituições governamentais. O projeto "Vassouras sem Homofobia", que envolve escolas, foi ressaltado como um modelo a ser seguido para mostrar que o tema pode ser tratado de forma plural e atenta à diversidade.

© Portal Gay1
 
Encontre-nos no Google+